Auxílio Brasil: confira a seguir os valores de julho e o calendário

Veja abaixo o calendário do Auxílio Brasil e confira quais são os valores do mês de julho que já estão disponíveis.

Anúncios

O Auxílio Brasil irá disponibilizar mais uma parcela de pagamento para o mês de julho. Os pagamentos irão ocorrer de forma ordenada, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS).

No total vão ser 10 dias de pagamentos, exceto os feriados e fins de semana. O pagamento do Auxílio Brasil do mês de julho irá começar no dia 18 e vai seguir até o dia 29.

A instituição que irá se responsabilizar pelo pagamento do benefício é a Caixa Econômica Federal. O valor que será disponibilizado para mais de 33 milhões de beneficiários será depositado na conta da Caixa Poupança Social Digital.

Portanto, os clientes poderão realizar pagamentos e transferências bancárias, e fazer compras de forma gratuita, utilizando o app Caixa tem.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

A seguir, confira as informações do calendário de pagamento do Auxilio Brasil.

  • NIS com final 1: 18/07;
  • NIS com final 2: 19/07;
  • NIS com final 3: 20/07;
  • NIS com final 4: 21/07;
  • NIS com final 5: 22/07;
  • NIS com final 6: 25/07;
  • NIS com final 7: 26/07;
  • NIS com final 8: 27/07;
  • NIS com final 9: 28/07;
  • NIS com final 0: 29/07.

Critérios para participar do Auxilio Brasil

Veja abaixo quais são os critérios solicitados para se inscrever e participar do Auxilio Brasil:

  • É necessário possuir uma renda familiar por pessoa de até R$89,00;
  • No caso em que as famílias tenham em sua estruturação nutrizes, gestantes, crianças e/ou adolescentes de até 17 anos, é necessário possuir uma renda familiar por pessoa de até R$178,00;
  • É preciso ter inscrição no Cadastro Único para os programas sociais do Governo Federal;
  • É necessário estar com dados atualizados no Cadastro Único há, no mínimo, 2 anos.

Auxílio Brasil no valor de R$600

O governo está com o propósito de ampliar o programa do Auxílio Brasil através Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que está em processo no Congresso Nacional.

Portanto, caso a PEC seja aprovada (antigo Bolsa Família) o número de pessoas que recebem o benefício irá aumentar e o valor das parcelas também, o que irá auxiliar bastante aqueles que ainda não possuem acesso ao benefício.

O aumento das parcelas provavelmente irá começar a partir do mês de agosto e terá validade até o final deste ano (2022).

Isso se dá pelo fato de que o Governo Estadual deseja minimizar os impactos que foram criados pela guerra na Ucrânia.

Visto que, houve um aumento drástico nos valores dos produtos importados dos dois países envolvidos na guerra e também nos combustíveis.

Portanto, as parcelas, que atualmente são liberadas para os beneficiários nos valores de R$400, passarão a ser de R$600.

O programa de benefícios atende cerca de mais de 34 milhões de famílias. Antigamente o Bolsa Família contemplava 15 milhões, porém, ainda há uma lista de cerca de 2 milhões de pessoas esperando em situação de desamparo social.

Ajude outras pessoas, compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais:
Portal Magnific
Portal Magnific

Portal de informações sobre diversos assuntos relacionados a finanças, nosso dever é fornecer as noticias mais atuais de forma verdadeira e simplificada!

0

Aguarde um momento…