Curiosidades sobre o Panamá: um país de surpresas e encantos

Conheça algumas das curiosidades mais interessantes sobre essa nação centro-americana.

Anúncios

O Panamá é um país que se destaca por sua localização geográfica, sua diversidade cultural e natural, e sua importância econômica e histórica.

Muitas pessoas conhecem o Panamá pelo seu famoso canal, que liga os oceanos Atlântico e Pacífico, mas há muito mais para descobrir sobre essa nação fascinante.

Neste artigo, vamos apresentar algumas das principais curiosidades sobre o Panamá que vão te surpreender.

O Canal do Panamá

O Canal do Panamá é uma das sete maravilhas modernas do mundo e uma das maiores realizações de engenharia do século 20.

Ele foi construído entre 1904 e 1914 pelo Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos, com a participação de mais de 75 mil trabalhadores.

O canal tem 82 km de comprimento e permite a passagem de cerca de 14 mil navios por ano, que pagam um pedágio para usar a via navegável.

O canal é responsável por quase um terço da receita do país e contribui para o desenvolvimento do comércio mundial.

A Cidade do Panamá

A Cidade do Panamá é a capital e maior cidade do país, com cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Ela é a única capital do mundo que possui uma floresta tropical dentro dos limites da cidade, o Parque Natural Metropolitano, que oferece várias trilhas para caminhadas e observação da fauna e flora locais.

A cidade também é conhecida por sua arquitetura moderna e histórica, que reflete a influência de diferentes culturas que passaram pelo país, como espanhóis, franceses, americanos e chineses.

Alguns dos pontos turísticos mais famosos da cidade são o Casco Viejo, o centro histórico declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a Catedral Metropolitana, o Palácio Presidencial e o Biomuseu, projetado pelo renomado arquiteto Frank Gehry.

A biodiversidade do Panamá

O Panamá é um país rico em biodiversidade, com mais de 10 mil espécies de plantas e animais registradas.

O país tem mais espécies de aves do que todo o território dos Estados Unidos, com 986 espécies identificadas.

Por isso, o país é um destino popular para os amantes da observação de pássaros, que podem apreciar desde colibris coloridos até águias majestosas.

O país também abriga uma variedade de mamíferos, répteis, anfíbios e insetos, muitos dos quais endêmicos ou ameaçados de extinção.

Entre os animais mais emblemáticos do Panamá estão a preguiça-de-três-dedos, o macaco-aranha, o quati, o jaguar, a onça-pintada, o crocodilo-americano e a rã-dourada.

A cultura do Panamá

O Panamá é um país multicultural, que recebeu ao longo de sua história a influência de diversos povos e etnias.

Essa diversidade se reflete na cultura do país, que é rica em manifestações artísticas, religiosas, gastronômicas e folclóricas.

Alguns dos aspectos mais característicos da cultura panamenha são:

A música e a dança

O Panamá tem uma forte tradição musical e dançante, que mistura elementos indígenas, africanos, espanhóis e caribenhos.

Alguns dos gêneros musicais mais populares são a cumbia, o tamborito, o saloma, o pasillo, o calipso e a salsa.

As danças típicas são o baile de la pollera, o baile de los diablicos, o baile del torito guapo e o baile de la mejorana.

A gastronomia

A culinária panamenha é variada e saborosa, com pratos que incluem diversos tipos de arroz, carnes, sopas, aves e frutos do mar.

Alguns dos pratos mais tradicionais são o sancocho, uma sopa de galinha com legumes; o arroz con pollo, um arroz temperado com frango desfiado; o ceviche, um peixe marinado em limão e cebola; e o ropa vieja, uma carne cozida e desfiada com molho de tomate.

As sobremesas mais comuns são o arroz con leche, um pudim de arroz com leite e canela; a raspadura, um doce feito de cana-de-açúcar; e as cocadas, uns bolinhos de coco ralado.

O artesanato

O Panamá é famoso por seu artesanato, que expressa a criatividade e a identidade dos diferentes grupos culturais do país.

Alguns dos produtos artesanais mais conhecidos são as molas (tecidos coloridos feitos pelas mulheres gunas); os sombreros pintados (chapéus de palha usados pelos homens do interior); as chaquiras (colares de miçangas usados pelos indígenas emberás e wounaans); e as cerâmicas pintadas à mão pelos indígenas ngäbes e buglés.

Outras curiosidades sobre o Panamá

Além das curiosidades já mencionadas, há outras que vale a pena conhecer sobre o Panamá:

O Panamá comemora dois dias de independência: um da Espanha, em 28 de novembro de 1821; e outro da Colômbia, em 3 de novembro de 1903.

É o único lugar do mundo onde se pode ver o sol nascer no Oceano Pacífico e se pôr no Oceano Atlântico, graças à sua forma curva.

Isso pode ser visto do topo do Vulcão Baru, o ponto mais alto do país, com 3.475 metros de altitude.

Foi o primeiro país latino-americano a adotar o dólar americano como moeda oficial, em 1904.

No entanto, o país também tem sua própria moeda, o balboa, que tem paridade com o dólar e circula em forma de moedas.

Em 1906, o Panamá se tornou a primeira nação a produzir Coca-Cola fora dos Estados Unidos. Depois dele, apenas Cuba e Canadá fizeram o mesmo.

O Panamá tem um dos carnavais mais longos do mundo, que dura quatro dias. A maior festa acontece na província de Los Santos, onde as pessoas se divertem com música, dança, fantasias e jogos de água.

O chapéu Panamá, um chapéu feito de palha toquilla que é muito usado em climas quentes, não é originário do Panamá, mas do Equador.

Espero que este artigo tenha te ajudado a conhecer um pouco mais sobre o Panamá!

Ajude outras pessoas, compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais:
Portal Magnific
Portal Magnific

Portal de informações sobre diversos assuntos relacionados a finanças, nosso dever é fornecer as noticias mais atuais de forma verdadeira e simplificada!

0

Aguarde um momento…