Conheça a Nigéria: um país rico em cultura, história e recursos naturais

Conheça agora a Nigéria e veja suas principais características.

Anúncios

A Nigéria é o país mais populoso da África, com mais de 200 milhões de habitantes.

Localizada na costa oeste do continente, a Nigéria possui uma grande variedade de paisagens, climas, etnias, línguas e religiões.

Além disso, é um dos maiores produtores e exportadores de petróleo do mundo, o que faz dela uma potência econômica regional.

Neste artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre esse país incrível, sua história, geografia, cultura e seus desafios.

História da Nigéria

A história da Nigéria é milenar e marcada pela presença de diversas civilizações e impérios que se desenvolveram no território.

Uma das mais antigas e famosas é a cultura de Nok, que floresceu entre os séculos VII a.C. e IV d.C., e se destacou pela produção de esculturas em terracota e pelo uso do ferro.

Outros povos importantes que habitaram a região foram os bantos, os iorubás, os haussás e os fulanis, que formaram reinos e cidades-estados que prosperaram graças ao comércio de escravos, de ouro e de sal.

A partir do século XV, os europeus chegaram à costa nigeriana, iniciando o contato com os povos locais.

A Nigéria só conseguiu consolidar sua democracia em 1999, após décadas de regimes autoritários.

No entanto, ainda persistem problemas como a pobreza, a desigualdade social, o terrorismo, o separatismo e a violência étnica e religiosa.

Geografia da Nigéria

A Nigéria possui uma extensão territorial de 923.768 quilômetros quadrados, sendo o 14º maior país do mundo em área.

Ela faz fronteira com Benim, Níger, Chade e Camarões, além de ter uma costa no Oceano Atlântico.

O relevo nigeriano é predominantemente formado por planícies baixas e planaltos suaves, com algumas montanhas no nordeste e no centro-sul do país. O ponto mais alto é o Monte Chappal Waddi, com 2.419 metros de altitude.

O clima da Nigéria varia conforme a latitude e a altitude. No norte, predomina o clima semiárido, com temperaturas elevadas e baixa umidade.

No sul, o clima é tropical, com temperaturas mais amenas e alta umidade. A Nigéria possui duas estações bem definidas: uma seca e uma chuvosa, sendo que a duração e a intensidade dessas estações dependem da região do país.

A vegetação da Nigéria acompanha as características climáticas. No norte, encontram-se formações de savana, com vegetação rasteira e arbustiva.

No sul, predominam as florestas tropicais, com árvores de grande porte e biodiversidade. Na área litorânea, há a presença de manguezais, que são ecossistemas aquáticos adaptados à água salgada.

Cultura da Nigéria

A cultura da Nigéria é extremamente rica e diversa, refletindo a pluralidade de povos que compõem o país.

A Nigéria possui mais de 250 grupos étnicos, cada um com sua própria língua, religião, costumes e tradições.

Os principais grupos são os haussás, os iorubás e os igbos, que representam cerca de 70% da população. Além disso, há minorias como os fulanis, os edos, os ijaws, os kanuris e os tivs.

A língua oficial da Nigéria é o inglês, que foi introduzido pelos colonizadores britânicos. No entanto, há mais de 500 línguas nativas faladas no país, sendo as mais comuns o haussá, o iorubá e o igbo.

Muitos nigerianos são bilíngues ou trilíngues, usando diferentes línguas para se comunicar em diferentes contextos. Há também uma língua franca chamada pidgin nigeriano, que é uma mistura de inglês com línguas locais.

A arte nigeriana

A arte nigeriana é uma das mais expressivas e reconhecidas do continente africano.

Ela se manifesta em diversas formas, como a escultura em madeira, metal ou terracota; a pintura em tecido ou em parede; a cerâmica; a cestaria; a ourivesaria; a tecelagem; a música; a dança; a literatura; o cinema; e o teatro.

Alguns artistas nigerianos famosos são: Chinua Achebe (escritor), Wole Soyinka (Nobel de Literatura), Fela Kuti (músico), Ben Enwonwu (escultor), Nollywood (indústria cinematográfica) e Nike Davies-Okundaye (pintora).

A culinária nigeriana

A culinária nigeriana é variada e saborosa, incorporando ingredientes como arroz, milho, mandioca, inhame, feijão, carne de vaca, frango, cabra, peixe, camarão, óleo de palma, pimenta, gengibre, cebola e tomate.

Alguns pratos típicos são: jollof rice (arroz cozido com tomate e especiarias), egusi soup (sopa de sementes de melão com verduras e carne), fufu (massa de mandioca ou inhame), suya (espetinho de carne grelhada com pimenta), akara (bolinho frito de feijão) e chin chin (biscoito crocante de amendoim) e zobo (bebida de hibisco).

Festivais e celebrações

A Nigéria também possui uma rica tradição de festivais e celebrações, que expressam a alegria, a fé e a identidade dos nigerianos.

Alguns exemplos são: o Durbar, uma cerimônia de cavalgada que homenageia os emires muçulmanos; o Eyo, um desfile de máscaras brancas que honra os ancestrais iorubás; o Argungu, um festival de pesca que premia o maior peixe capturado; o Calabar, um carnaval que exibe a cultura e a criatividade do povo do Delta do Níger; e outros.

Conclusão

A Nigéria é um país que merece ser conhecido por sua riqueza cultural, histórica e natural.

É um país que tem muito a oferecer ao mundo em termos de arte, música, literatura, gastronomia e festivais.

É também um país que tem muito a superar em termos de pobreza, corrupção, terrorismo, separatismo e violência.

A Nigéria é um país de contrastes, de desafios e de oportunidades. É um país que precisa de paz, de justiça e de desenvolvimento. Precisa ser respeitado, valorizado e apoiado.

Ajude outras pessoas, compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais:
Portal Magnific
Portal Magnific

Portal de informações sobre diversos assuntos relacionados a finanças, nosso dever é fornecer as noticias mais atuais de forma verdadeira e simplificada!

0

Aguarde um momento…